Cada um no seu tempo

13177725_1023823294372109_744922553904982643_nCada um no seu tempo. Cada um no seu espaço. Nada me deixa mais angustiado do que uma noite sem ti. Passo! Sem o aconchego do teu abraço. Do cheiro do teu corpo. Do teu silêncio. Do teu rosto. De um conforto. Do teu riso que antecede a gargalhada. Da tua respiração descontrolada. Do teu sono enrolado no meu. E, quando os olhos se fecham, já não é o cansaço que desliga a luz das estrelas. São as almas que renascem, sorriem e brincam. Divertem-se como pequenas crianças, que não sentem o tempo passar. Combinam o dia seguinte, os dias seguintes. Falam de toda uma vida. Das nossas vidas. Destas. E das próximas. Segredam-nos aos ouvidos, contam-nos histórias de amor. Aguardam que a noite adormeça e a magia mais bela aconteça: ver-te acordar outra vez.