“É preciso respirar, pensar e sentir como as personagens. Elas agradecem e o leitor acredita que são reais.”

PirataIG